22 de set de 2008

Ô POVINHO...

"O Brasileiro é indisciplinado"
Citação interessante do meu cunhado sendo professor universitário, creio eu que ele o diga com propriedade.
Não serei hipócrita de me incluir numa "extinta" seleta de brasileiros disciplinados, não sou. Muito pelo contrário, sei ter na preguiça o espinho da minha carne. Gosto de acordar cedo, fazer várias coisas, e fazê-las com competência, mas anseio pelo dia em que poderei curtir apenas a rede, o jardim, o passeio.
Mas o que mais me intriga nessa frase é seu caráter constatador do mal que condena toda uma nação. Lendo Jabour em um de seus ensaios atingimos o fato de que todo político é corrupto porque a população o é.
E não é que é mesmo?!
Absurdo, mas encontro amigos, pessoas da minha convicência, daquelas que eu ou você citariamos como ditos "cidadãos honestos" procurando brechas para tirarem proveito do bem público. É a declaração do imposto meio distorcida, é a declaração de renda abaixo da realidade para receber benefícios, é o uso da internet no horário de trabalho, o atestado médico com rasura e por ai vai.
Mas o que mais me "comove" é a total amoralidade social.
Nós, e me incluo nessa sim, nós simplesmente fazemos tudo isso com a certeza de que não estamos prejudicando ninguém. Não respeitamos mais qualquer senso de autoridade ou legalidade, aliás, nem sequer conhecemos mais a linha que nos separa da criminalidade, fingimos que sabemos, nos colocamos dentro de nossas grades e apontamos os "verdadeiros marginais", já que nós somos os ditos cidadãos respeitados.
Que saudade do respeito que se tinha pelas leis. Pela autoridade instituida. Não pela ditadura, veja bem, nem sequer me lembro dela.
Mas gostava de me sentir parte de algo maior, da formação para cantar o hino diante da bandeira antes da aula, de levantar-se diante do diretor ao entrar na sala, de pedir a benção aos nossos avós e pais ao chegar, ao sair e antes de dormir.
Sinto saudade disso sim.
Gostava do mundo sem DVD pirata, sem bolsa família, sem astros marketeiros de futebol, do mundo com aulas de Educação Moral e Cívica.

Será que sou retrógrada???