10 de out de 2008

LIDERAR É INSPIRAR

Inspirar é inerente aos líderes.

Chefiar é coisa do passado, ser patrão então é tão antigo quanto assistir TV em preto e branco.

Hoje os homens e mulehres que ocupam posição de liderança na vida, seja no trabalho, no cargo em que ocupam ou na sociedade como figuras paternas, etc., não devem e não podem mais exercer a função icônica, e porque não, cômica, dos detentores da razão.

A razão absoluta é a maior das provas de ignorância de qualquer seer humano, e é imperdoável quando praticada por um líder.

Estar na liderança não é posição para quem tem certeza de que sabe, mas para quem tem a certeza de que poder servir, ajudar, orientar.

Veja que estes três verbos têm como valor denotativo seu caráter em estar a dispoção dos outros.

Liderar é estar a serviço do grupo, de outrém, de forma que os liderados encontrem inspiração para o desenvolvimento, o crescimento.

É interessante observar quantos líderes têm-se mantido alheios a esta verdade, embora muitos pensadores da atualidade "esfreguem" este fato na cara de todos, ainda se sintam chefes, gerentes, diretores, e por ostentarem estes títulos exerçam seus desmandos e total despreparo como forma de autoridade institucionalizada.

Coitados.

Estes, cegos, não notam que são apenas atendidos, em suas ordens, mas jamais serão seguidos em seus principios ou objetivos.

São atendidos porque quem os atende segue a premissa básica da educação, de respeitar a hierarquia, a institucionalizada claro, porque a hierarquia de fato, a intelectual, esta está invertida. Aliás, este é um fato da brasilidade, a grande concentração de líderes postos atestadamente inferiores intelectualmente.

Veja intelectualmente não se refere a formação escolar, mas a educacional. É a habilidade de decidir fazer o que lhes é imposto, é saber dicernir o que faz porque entende que a inferioridade do seu "chefe" o coloca na situação privilegiada de atendê-lo porque é mais maduro, e pode conviver com a contrariedade sem sofrer ou sem sentir-se inferior, ao contrário, é esta habilidade de adaptar-se ao desmando sem ferir sua capacidade intelectual que o faz superior ao seu chefe.

Porque esse sim, não suporta o não, não suporta saber que está errado, e por isso se vale de sua posição geográfica para impor-se.

Posição geográfica porque ele a atingiu por estar no lugar certo na hora certa, porque teve sorte, e porque , costumam ocupar a sala mais confortável ou a cadeira maior. Só por isso.

Já o líder real, este é bússola, ele anda com sua equipe seja onde for, está sempre presente porque mesmo fora do horário de trabalho é lembrado por ter sido exemplo em algum momento.

Os líderes bússola são aqueles de quem você lembra mesmo quando não trabalha mais com ele. Aliás esta é outra diferença, você trabalha com o bússola, ao lado dele, já no caso do geográfico, você trabalha pra ele, por ele. Porque embora ele grite para dizer como dever ser feito, jamais terá a habilidade para fazer.

Liderar é inspirar, guiar, orientar e ser seguido com satisfação.

Líderes são escolhidos, chefes são pôstos, e logo que se possa, depôstos.