18 de fev de 2008

Novo circo na cidade

Acabo de dar título a esta postagem e me recrimino por ele.
Me recrimino porque sou uma adimiradora do circo, sempre fui encantada por circo, qdo fui há um ainda menina foi mágico, jamais esquecerei a sensação. Mas infelizmente é a essa a expressão que melhor descreve a habilidade da Rede Globo ao iniciar suas hipnotizantes novelas.

E hoje mais um circo foi montado. Um daqueles que fará com que as esposas falem menos com seus maridos, dêem menos atenção aos seus filhos, não perguntem como foi o seu dia, e se perguntarem, a intenção de ouvir será interrompida com o anunciar do final da propaganda e o inicio do bloco da novela.

Meu falecido professor de história, Sr.Max, um alemão apaixonado pelo Brasil e sua missigenação, sempre afirmava que novelas eram coisa de povo subdesenvolvido, porque enquanto as crianças esperavam a novela terminar para jantar, acabavam por dormir com fome.

Essa afirmação do meu saudoso professor, sem dúvida não se referia a refeição negligenciada pela mãe, ele ia além, hoje eu sei, a fome a que ele se referia passa longe da fome física e alimentar, ele se referia a fome de atenção, de crescimento, de estimulo intelectual.

Afinal o que uma criança pode aprender vendo a mãe assistir a novela? Bem na que estreou hoje, ela poderá aprender que quando um homem se interessa por uma mulher, basta dizer que ela é bonita que ela poderá passar a noite em sua cama, e na manhã seguinte será muito engraçado o fato dele nem sequer saber ou se lembrar do nome dela.

Que linda lição.

Era dessa fome que o prof. Max falava, hoje tenho certeza.

E este é um dos exemplos que vi em apenas alguns minutos de novela, imagine do que serão capazes os meses que se seguirão???

E quantas de nós, profissionais bem colocadas e formadas não usamos as primeiras horas do dia seguinte, para comentar com as colegas de trabalho sobre as novelas da noite anterior??? Ah e claro o Big Brother.

Deveria ser chamado de Big Bosta. E há hipócritas entre nós que em rodinhas sociais dizem, "eu adoro ler, mas não tenho mais tempo..."

Mentiroso(a), se você ignorar o paredão, ou o novo rostinho bonito da novela das sete, certamente conseguira ler o Caçador de Pipas, antes de se render a preguiça e conhecer a história apenas quando for comprar o DVD pirata, porque eu duvido que você vá ao cinema. Afinal dá muito trabalho.

Se você ignorar as cenas ardentes e inúteis das novelas, certamente terá uma conversa franca com seu filho e verá o quanto você pode ensinar a ele, certamente mais do que apenas a máxima "eu não pago escola para você tirar nota vermelha".

Acabe com esse ser preguiçoso que a TV o fez, e aprenda a selecionar o que entra em sua casa. Ou você acha que seu filho não está submetido a violência porque você paga perua escolar para evitar que ele pegue onibus??? Ora se todas as noites você leva ele até a favela, mais próxima e o apresenta a escoria da televisão.

Nenhum comentário: