18 de set de 2007

Não muito, só um pouco a dizer.

As vezes calar diz tanto, e ainda assim a soberba nos faz falar.
Simplesmente calar e dizer tudo o que é preciso é tão mais eficaz que dizer, falar, tagarelar e não conseguir comunicar nada do que realmente é preciso.

É unanimidade entre os que me conhecem minha habilidade e articulação ao falar. No entanto poucos são o que sabem quanto mais eu deveria me calar.

Estes são privilegiados por um conhecimento tal de mim, que os permite saber todas as minhas lascas, desde as que ainda podem ser aparadas até as que já feriram tanto e são tão profundas que só podem ser compreendidas como parte importante de mim.

Mas muito mais difícil que calar é o cicatrizar do dizer.

Espero esse um dia aprender.

Nenhum comentário: