20 de set de 2007

A Pintolândia


Antes de iniciar, gostaria de salientar que não sou feminista e que esta crítica soará feminista apenas aos homens que vivem na Pintolândia e que não querem se libertar dela.


A Pintolândia não é um país distante ou encantado onde era uma vez. A Pintolândia é aqui.


Bem aqui onde os homens se consideram seguror por dominar. A Pintolândia tem como principio dominante a certeza dos homens em sua superioridade, biológicamente dada a eles pela sobra muscular que lhes presenteou com uma extremidade a mais que a mulher, e por isso, inconscientemente subestimam a inteligência da mulher. Predominantemente os moradores da Pintolândia substimam esta inteligência por sua prematuridade. Explico.


Eles costumam atribuir alguma inteligência semelhante à sua nas mulheres que tem a sua idade, e subestimam amadoramente as mulheres de menor idade e proeminente capacidade de similaridade a sua inteligência.


Esta ingenuidade masculina em julgar a inteligencia feminina jovem inferior, os condena a ataques de manipulação desta ingeligência de forma que nunca saberão que estão sendo usados.


Estas mulheres fazem com que pareça que as brilhantes idéias (plantadas por elas) pareçam ser dos homens, de forma que eles as apresentem, levem a diante e assumam o risco por elas. Estas mulheres encenam dramas de extrema fragilidade e entrega de forma que eles achem que são fortes para socorrê-las, e não percebem que estão sendo usados como hálibe para sucessivas estratégias de manipulação em grupo.


Estas habilidosas manipuladoras governam a Pintolândia, fazendo acreditar a esses homens que levam os títulos dos cargos que elas ocupam nas sombras da manipulação, de forma que eles jamais saibam, que ao se sentirem seguros na Pintolândia, são habitantes submissos da Vaginolândia.

Um comentário:

Viviane disse...

É verdade!
Concordo com você em gênero, número e grau!
Bom domingo pra vc.
Beijos.

Viviane
Borderline Stupid Girl
www.viviane-lopes.blogspot.com